13 de nov de 2012

Filled Under: , ,

Manual de aconselhamento em DST/HIV/AIDS ára a atenção básica


O Programa Nacional de DST e Aids passa pelo momento de consolidar diretrizes e estratégias para uma ação integrada com as diversas áreas programáticas do setor saúde. Com vistas na descentralização, tem havido iniciativas mais sistemáticas, por parte dos gestores federais, estaduais e municipais, de forma a articular o programa da aids com a atenção básica, no sentido da ampliação do diagnóstico e da atenção às DST/Aids no âmbito da rede básica de saúde.

A prática do aconselhamento desempenha um papel importante no contexto da epidemia no Brasil desde a criação do Programa Nacional de DST/aids, e se reafirma como um campo de conhecimento estratégico para a qualidade do diagnóstico do HIV e da atenção à saúde. Quando avaliamos o que diferencia o campo da prevenção das DST/HIV/Aids, da prevenção dos outros agravos, não podemos deixar de considerar a ação de aconselhamento.

A incorporação do aconselhamento pelos serviços de saúde é um grande desafio, pois, até o momento, o aconselhamento realiza-se principalmente nos serviços de referência para as doenças sexualmente transmissíveis e aids e em algumas organizações não-governamentais. Esses serviços estão mais habituados a incluir na rotina de trabalho as questões sobre sexualidade, drogas e direitos humanos, parte indissociável dos campos da prevenção e do aconselhamento.

Por iniciativa local, alguns municípios já vêm inserindo as ações de promoção à saúde, diagnóstico e aconselhamento em DST e Aids na rede básica e as recomendações contidas neste documento visam a fortalecer a integração entre o programa de DST/aids e a rede de atenção básica e subsidiar o processo de institucionalização dessas ações. O conteúdo apresentado é produto de discussão por parte de profissionais experientes na área de aconselhamento na rede especializada de DST/aids e, também, de profissionais que trabalham na rede básica de saúde, aos quais expressamos nossos agradecimentos.

Alexandre Grangeiro
Diretor do Programa Nacional de DST e Aids

Data de Publicação 01/01/03
Descrição Recomendações que visam o fortalecimento e a integração entre o Programa de DST e Aids e a rede de atenção básica; além de fornecer subsídios para o processo de institucionalização dessas ações.



0 comentários:

Postar um comentário