11 de abr de 2011

Filled Under: , ,

Manual das Hepatites Virais para Cirurgiões-Dentistas

APRESENTAÇÃO

A universalidade ao acesso, a integralidade da assistência, a equidade, a preservação da autonomia dos indivíduos e o controle social são eixos norteadores do Sistema Único de Saúde (SUS) para a transformação das praticas em saúde.

As hepatites virais são doenças de elevada magnitude, que se distribuem de maneira universal e atingem diversas populações. Em 2003, foi instituído, pela Portaria no 2.080, de 31 de outubro de 2003, o Programa Nacional para a Prevenção e o Controle das Hepatites Virais - PNHV, com o objetivo de desenvolver ações de promoção a saúde, prevenção, diagnostico, vigilância epidemiológica e sanitária das hepatites virais, bem como o acompanhamento e tratamento dos portadores de hepatites virais.

A inserção das equipes de saúde bucal na Estratégia Saúde da Família (BRASIL, 2001) representou um importante avanço para as ações de promoção, proteção e recuperação da saúde, ampliando a atenção integral aos usuários do SUS. Nesse contexto, e necessário que o cirurgião-dentista compreenda as condições que afetam a saúde individual e coletiva, estando apto a realizar ações de prevenção e controle das hepatites virais.

O Programa Nacional para a Prevenção e o Controle das Hepatites Virais preconiza a descentralização do atendimento odontológico para portadores das hepatites virais, respeitando a complexidade de cada caso.

Este Manual A B C D E das Hepatites Virais para cirurgiões-dentistas tem como objetivo apresentar aspectos importantes das hepatites virais, como transmissão, medidas de prevenção e controle, condutas odontológicas e, principalmente, a discussão de casos clínicos, abordando situações que nortearão as condutas nos serviços de saúde, em todos os níveis de atenção.


Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais


Visualizar

Download

0 comentários:

Postar um comentário