20 de out de 2010

Filled Under: , , ,

5.2. Tipos de Drogas

“Chocolate, chocolate, chocolate, eu só quero chocolate
Não adianta vir com guaraná para mim, é chocolate o que eu quero beber
Não quero chá, não quero café, não quero coca-cola, eu me liguei no chocolate, eu só quero chocolate...” (Tim Maia)


Drogas psicoativas podem ser classificadas de acordo com sua origem: naturais (produzidas por nosso corpo ou por plantas) ou fabricadas pelo ser humano a partir da manipulação de substâncias.


Drogas Endógenas (de dentro do corpo)

O corpo humano, especialmente o cérebro e certas glândulas, produzem substâncias químicas poderosas que afetam nosso humor, pensamento e ações. Nós chamamos essas substâncias de drogas endógenas. Com efeito, elas lembram muitas das substâncias externas que as pessoas utilizam para modificar seus estados de consciência.
A descoberta das drogas endógenas se deu nos anos 50, quando pesquisadores perceberam que as drogas psicoativas funcionam ao se encaixar em receptores especiais localizados nas células nervosas, exatamente como uma chave se encaixa na fechadura. Por exemplo, farmacologistas descobriram que a morfina e a heroína se ligam a receptores especiais de opiáceos em células nervosas de determinadas partes do cérebro.
Mas por que o cérebro teria receptores desenhados para encaixar moléculas como as encontradas nas papoulas? Pesquisadores sugerem que tais receptores existem de fato para outras substâncias produzidas pelo próprio cérebro – moléculas cujos formatos por coincidência se assemelham àqueles dos opiáceos. Em 1975, essa sugestão foi confirmada com a descoberta de um grupo de substâncias químicas chamadas endorfinas. Endorfinas são os narcóticos produzidos pelo próprio cérebro, provocando parte dos efeitos da drogas advindas da papoula, inclusive euforia e redução de dor. Outros exemplos são a adrenalinas, que é um estimulante, e a serotonina, que é um depressor ou calmante natural do nosso corpo.

DO PONTO DE VISTA LEGAL, HÁ DOIS TIPOS DE DROGAS:

DROGAS LÍCITAS que são produzidas e comercializadas dentro da lei.

DROGAS ILÍCITAS, que são substâncias cuja comercialização e produção são proibidas.

0 comentários:

Postar um comentário