6 de nov de 2010

Filled Under: , ,

Síndrome do Corrimento Uretral Masculino

Síndrome do Corrimento Uretral Masculino

A síndrome do corrimento uretral masculino é definida como a identificação de um grupo de sintomas e sinais comuns a determinados agentes etiológicos que podem ser adquiridos nas práticas sexuais desprotegidas, podendo causar reação inflamatório na uretra masculina.

Os agentes etiológicos mais frequentes encontrados nas secreções uretrais são Neisseria gonorrhoeae, Chlamydia trachomatis, Ureaplasma urealyticum, Mycoplasma genitalium, Trichomonas vaginalis, dentre outros. Todos têm, no contato sexual, sua principal forma de transmissão e podem determinar uma infecção assintomática ou um processo infeccioso localizado que poderá desenvolver complicações no próprio aparelho urogenital ou, à distância, alterações sistêmicas.

A síndrome do corrimento uretral masculino pode ser dividida em:


A Síndrome do corrimento uretral masculino é de notificação compulsória nacional, portanto todo indivíduo com presença de corrimento uretral (mucóide, mucopurulento ou purulento), verificado com prepúcio retraído e/ou pela compressão da base do pênis em direção à glande, deverá ser notificado pelo médico ou outro profissional de saúde no exercício de sua função com o preenchimento do formulário padronizado, seguindo fluxo de informação, com a finalidade de:

  • Conhecer o perfil epidemiológico da síndrome do corrimento uretral masculino no Brasil e suas tendências.

  • Identificar os casos de síndrome do corrimento uretral masculino; subsidiando as ações de prevenção e controle desse agravo, prevenindo novas ocorrências por meio de ações de educação em saúde.

  • Interromper a cadeia de transmissão através da detecção e tratamento precoces dos casos e de suas parcerias.

A abordagem das parcerias deve ser considerada sempre que uma DST for identificada. As parcerias sexuais devem receber informações sobre: a natureza da exposição de risco de infecção, a necessidade de pronto atendimento pelo profissional de saúde, bem como os locais onde consegui-lo e a necessidade de evitar contato sexual até que seja tratado e/ou aconselhado.

3 comentários:

  1. Oi boa noite.
    nao seei direito o q posso ter se e ou nao corrimento. mais sai uma segreçao meia q amarelada mais saia bem pouco...
    oq pode ser?

    ResponderExcluir
  2. Se o casal faz sexo sem preservativo e se os dois nunca fizeram sexo com outras pessoas mesmo assim eles podem ter o corrimento genital?

    ResponderExcluir
  3. Se o casal faz sexo sem preservativo e se os dois nunca fizeram sexo com outras pessoas mesmo assim eles podem ter o corrimento genital?

    ResponderExcluir